Capricio. Marin Sorescu

1ba2edf56b175c865386e7f8bbe71209
Todas as noites
Junto as cadeiras da vizinhança,
As disponíveis,
E leio-lhes versos.
 
As cadeiras são muito receptivas
À poesia
Se soubermos como as dispor.
 
Por isso
Fico emocionado,
E durante algumas horas
Conto-lhes
A morte maravilhosa da minha alma
Ao longo do dia.
 
Os nossos encontros
São habitualmente sóbrios,
Sem entusiasmos
Inúteis.
 
Seja como for,
É possível dizer-se:
Cada um fez o seu dever,
E pode seguir
Adiante.


marin sorescu

simetria

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s