Ainda São os Dias em Que muito pouco É Ruína. Daniel Francoy

f8da4cb133b6b6b7bc3862dde90c8d2d.jpg

Ainda são os dias em que muito pouco

é ruína – ecoa um sol imenso

na algazarra das cigarras

e a noite de sábado permite

que preparemos coquetéis de verão

e ouçamos Cartola, a sua voz

e o seu samba triste pairando

por entre as samambaias e no entanto

tudo são corpos que ainda

se reconhecem nos espelhos

da juventude e acima de tudo o luar

com a sua oculta voz marítima

rumorejando dentro das artérias

desta alegria persistente.

 

Daniel Francoy, Calendário, 2015

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s