Ecce Homo. Friedrich Nietzsche

labaredas

Sim, sei de onde venho!

Insatisfeito com a labareda

Ardo para me consumir.

Aquilo em que toco torna-se luz,

Carvão aquilo que abandono:

Sou certamente labareda.

Friedrich Nietzsche

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s