Epigrama. Nuno Júdice

2014-10-03 13.42.10

 

A loucura é a grandeza dos simples:

assim são eles mais do que eles,

colhendo flores brancas e reles.

 

Os doidos, de olhos arregalados,

crescem devagar como as árvores:

só não dão folhas nem frutos.

 

Amo as suas frases sem sentido:

dobram nelas os sinos abstractos

de um campanário sem janelas.

 

Dai-me, ó loucos, a vossa razão

– esses remos de subir o tempo

até a fonte de um deus obsceno e nu.

 

Nuno Júdice

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s